"... dou conta (...) que não podemos vencer esta batalha para salvar espécies e ambientes sem criarmos um laço afetivo com a natureza, pois não lutaremos por salvar aquilo que não amamos (mas só apreciamos de um modo abstrato)"

Stephen Jay Gould, 1993



O tão mal afamado licranço!

Poucos animais têm uma tão má fama como o licranço (ou descanço como é conhecido na região de Gaia). Diz-se por exemplo que "mordedura de licranço dá sete dias sem descanço" por causa das dores provocadas por um suposto veneno. Apesar de todas estas histórias populares a verdade é que o licranço é um réptil completamente inofensivo (menos para pequenos animais como caracóis, lesmas e outros pequenos invertebrados que lhe servem de alimento!).

Licranço (Anguis fragilis) fotografado nos prados próximos da Ribeira de Canelas.

Embora parecido com uma cobra, o licranço é um parente próximo das lagartixas e dos sardões, é um "lagarto sem patas". O medo que provoca nas pessoas vem provavelmente da sua forma semelhante a uma serpente e, em certas regiões do país, da confusão estabelecida com o seu nome uma vez que por exemplo em Trás-os-Montes licranço é um sinónimo de escorpião.


Técnica de prospeção de animais habitantes de um prado.

Durante as saídas realizadas entre abril e maio fizemos várias observações de licranços. Encontrámos os animais em prados ou por baixo de pedras. A sua captura e manipulação causou grande sensação nos elementos dos grupos. Foi uma daquelas experiências que não se esquece!

Manipulação de um licranço. Todos os elementos experimentaram pelo menos fazer uma "festinha" no animal.

A pouco e pouco o medo foi sendo substituído pela curiosidade e no final já havia quem o quisesse adotar como animal de estimação!
Primeira experiência de manipulação de um licranço 
O trabalho de identificação da espécie foi realizada pelos membros da equipas a partir de um guia de campo de répteis e anfíbios.
No final, depois de devidamente identificados, os animais foram libertados nos locais onde foram encontrados.

Licranço colocado delicadamente sobre o guia de campo permaneceu por uns instantes imóvel para a fotografia!

.
Bilhete de identidade:

Nome vulgar: Licranço

Nome científicoAnguis fragilis

Filo: cordados

Classe: répteis

Habitat:  prados, bosques com abundante cobertura vegetal e zonas agrícolas.

Comprimento: 23 - 29 cm

Dimorfimo sexual: o macho mais robusto e com cabeça maior. Fêmea com laterais escuras.

Alimentação: caracóis, lesmas, insetos e aranhas.

Distribuição: Europa, Turquia, Irão e Rússia.

Sem comentários: